O que é a pandemia e como ela afetou a todos?

A pandemia COVID-19, é uma pandemia causada pelo coronavírus, o primeiro caso foi identificado em Wuhan, na China. Em 20 de janeiro de 2020, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto como uma Emergência Internacional de Saúde Pública e em 11 de março de 2020 como uma pandemia. Isso ocorre porque o coronavírus se espalha muito rapidamente, tanto pelo ar quanto pelo contato direto entre humanos e superfícies contaminadas.

Pandemia

Os sintomas da doença incluem febre ou calafrios, tosse, falta de ar, fadiga, dores no corpo, dor de garganta, dor de cabeça, coriza, diarreia, náusea e anosmia (ausência de cheiro). Esses sintomas aparecem entre 2 e 14 dias após a infecção e podem ocorrer de forma leve, moderada ou grave, variando de pessoa para pessoa, infelizmente em muitos casos as pessoas morrem, por causa dos problemas respiratórios causados ​​em decorrência da infecção.

O que é Pandemia?

De acordo com a OMS, uma pandemia é a disseminação mundial de uma nova doença. O termo é usado quando uma epidemia – um grande surto que afeta uma região – se espalha por diferentes continentes, com transmissão sustentada de pessoa para pessoa.

Comentando sobre a pandemia, Tedros Adhanom afirmou que: “Pandemia não é uma palavra para ser usada levianamente ou descuidadamente. É uma palavra que, se mal usada, pode causar medo irracional ou aceitação injustificada de que a luta acabou, levando ao sofrimento de morte desnecessária e morte. “

A pandemia causada pelo coronavírus está longe de ser a primeira enfrentada pelos habitantes da Terra, a gripe suína causada pelo vírus H1N1 gerou a primeira Pandemia do século 21, o vírus apareceu no México em 2009 e se espalhou pelo mundo , tirando a vida de mais de 16 mil pessoas. Lembrando o passado, podemos citar a peste bubônica, causada pela bactéria Yersinia pestis e propagada pelo contato com pulgas infectadas e roedores. Seus sintomas incluem gânglios linfáticos inchados na virilha, axila ou pescoço. Outros sinais são febre, calafrios, dor de cabeça, fadiga e dores musculares.

A doença é historicamente considerada a causa da Peste Negra, que assolou a Europa no século 14, matando entre 75 milhões e 200 milhões de pessoas na ex-Eurásia. No total, a praga pode ter reduzido a população mundial de 450 milhões de pessoas para 350 milhões.

Leia também:

O que é Lockdown?

O lockdown é uma versão mais enérgica do distanciamento social, onde o Estado impõe à população que respeite as normas de isolamento.

No cenário pandêmico, esta medida é a mais rigorosa a ser tomada e serve para retardar a disseminação do novo Coronavírus, quando as medidas de isolamento social e quarentena não são suficientes e os casos continuam aumentando de forma acelerada e constante.

O cidadão está impedido de circular pelas áreas públicas sem motivos de emergência, cruzar fronteiras e muitas vezes pode haver toque de recolher. A inspeção é feita pelo governo

Como funciona o Lockdown?

O lockdown consiste em restringir a circulação da população em locais públicos, permitindo apenas, e de forma limitada, serviços considerados essenciais, como supermercados, farmácias, serviços funerários, serviços de call center, assistência social, atividades de defesa nacional e civil, entre outros . outros.

Essas regras variam de acordo com o local adotado, mas os cidadãos só podem sair às ruas em caso de emergência.

O trânsito pela região também está parcial ou totalmente suspenso. Em alguns casos, as estações de ônibus, estações de trem e aeroportos estão fechados e só é permitida a passagem da fronteira por razões de emergência ou trabalho.

O que é quarentena na pandemia?

A quarentena é uma das medidas de saúde pública que pode ser adotada durante uma epidemia ou pandemia, para que o contágio da doença seja reduzido.

A melhor forma de evitar o agravamento do número de casos é a prevenção. Alguns hábitos incluem:

  • Lave as mãos com freqüência. Use água e sabão ou álcool em gel.
  • Mantenha uma distância segura de pessoas que estejam tossindo ou espirrando.
  • Use uma máscara quando não for possível manter distância física.
  • Não toque em seus olhos, nariz ou boca.
  • Cubra o nariz e a boca com um braço dobrado ou um lenço ao tossir ou espirrar.
  • Fique em casa se não se sentir bem.
  • Consulte um médico se tiver febre, tosse e dificuldade em respirar.

Durante a quarentena, é recomendável que as pessoas fiquem em casa o máximo possível, evitando o contato com outras pessoas e evitando ambientes internos frequentes e com pouca circulação de ar, como shoppings, lojas, academias ou transporte público, por exemplo. Isso é necessário para controlar o contágio, pois no caso do SARS-CoV-2, o Brasil retirou brasileiros que estavam na cidade chinesa de Wuhan, foco da doença, para que ficassem de quarentena em nosso país e, assim, ficassem menos em risco.

 Ao contrário do que muitos pensam, o termo quarentena não se refere a 40 dias de confinamento, mas é determinado de acordo com o período de incubação da doença.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *